domingo, 16 de janeiro de 2011

E essas lembranças não irão me fazer voltar

Partilhar

Calada, o olha perdido, o coração querendo sair pela boca e um filme de lembranças passando pela minha cabeça. Talvez a senhora que estava sentada ao meu lado não tenha percebido que eu estava sofrendo um dejavu provocado por um homem à minha frente, me torturando com o teu cheiro. Ai, que vontade de matar esse homem, de chegar mais perto, de inspirar esse perfume e não expirar nunca mais! A cada parada rezo para ele descer e ao mesmo tempo desejo incontrolavelmente que ele fique mais um pouco. Nunca soube o que queria, te amo e te mando embora. Nos outros isso é indecisão, em mim, chama-se loucura. Insanidade querer alguém que só me quer mal e eu, ciente disso, querer mesmo assim. Eu ainda sinto a tua falta, mas ainda não te perdoei. Porque se eu te perdoar eu volto e se eu voltar... 

6 comentários:

Lua...eternamente...Lua disse...

"Sanidade dolorida é pior que a própria loucura".
Voltei amiga!!!
Belo post.
bjs

lary disse...

Adorei o post
e o seu blog tb
estou seguindo
:)

Edvanne Sabino disse...

Gente, brigadinha pelo carinho!!!!

-AnneKptiinee- disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
-AnneKptiinee- disse...

...E se voltar Acontece o que?

Edvanne Sabino disse...

Acontece tudo de novo e a história que tem replay se torna cansativa para ambos.

Postar um comentário